Usina de Letras
Usina de Letras
76 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59807 )

Cartas ( 21263)

Contos (13364)

Cordel (10327)

Cronicas (22226)

Discursos (3173)

Ensaios - (9574)

Erótico (13486)

Frases (47456)

Humor (19436)

Infantil (4673)

Infanto Juvenil (4003)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138972)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5699)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Quem não chora, não sente. -- 19/03/2003 - 19:45 (Nelson Pimentel) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Choro com facilidade,

Como uma criança mimada que chora compulsivamente.

Choro, aparentemente, sem motivos, ou por qualquer coisa.

Mesmo que isso não valha minhas lágrimas.

Choro porque estou perdido.

Choro porque não há saída. E se existe, não encontro.

Choro porque o presente é inóspito e o futuro insosso.

Choro porque meu sorriso está cansado e não engana mais.

Choro porque minhas alegrias são, a cada dia, mais falsas e minhas desilusões, mais reais e intensas.

Choro porque meu orgulho me impede de te pedir perdão.

E por isso nós, eu e meu orgulho, estamos fadados a uma convivência solitária.

E a solidão me faz chorar.

Choro, por fim, porque minhas lágrimas, assim como minhas palavras não valem nada.

E a emoção(?) que não tem valor não dói.

E quem não sente dor

Não chora.



n!
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui