Usina de Letras
Usina de Letras
25 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50861)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140903)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Iwein V -- 08/04/2003 - 23:11 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Clic"ali==>>>Hartmann von Aue (1170-1215).; Saúdas-me sempre





















Autor: Hartmann von Aue



Fonte: Fonte:http://www.nd.edu/~gantho/anth1-163/Hartmann132-141.html





O tempo clareia depressa, e um nobre cavaleiro chega, acusando Kalogreant de causar



prejuízos a sua propriedade. Apesar das suas negações, Kalogreant é atacado e é



desmontado. Ele caminha de volta até o seu anfitrião da noite anterior, que o recebe bem



novamente. Iwein proclama sua determinação de vingar-se do insulto à família, mas é



escarnecido por Keie. Rei Arthur declara que toda a corte vai à fonte tentar a aventura, mas



Iwein deixa a corte em segredo e vai sozinho. Ele repete exatamente as ações de seu



primo, porém, a cavalo. Os dois cavaleiros começam a lutar com suas espadas, e Iwein



avança e fere gravemente seu oponente, que bate em retirada. Iwein o persegue, mas a



maneira com a qual ele caça o inimigo provoca a repreensão de Hartmann.Como o nobre



cavaleiro aproxima-se do seu castelo, Iwein acelera a cavalgada.





Assim, eles cavalgaram pelo caminho estreito



ambos tensos



até a sede do castelo. Lá chegando,



o portão estava levantado.



Eles tinham que passar por ele



e ter



muito cuidado com o rastelo,



a fim de não perderem suas vidas.



Cavalo ou homem



que não entrasse no passo certo,



então, o suporte e a armadilha se soltavam



com grande impacto



e o pesado rastelo,



até então, mantido suspenso,



descia,



tão violentamente,



que ninguém podia evitá-lo.



Deste modo, alguns já tinham morrido.



O castelão cavalgou em sua direção.



Ele tinha a habilidade e o conhecimento,



de modo que nada lhe aconteceu,



pois ele tinha mandado instalar aquele equipamento lá.



O rastelo era pesado e de corte



tão afiado, infalível, destroçava ossos e até ferro.



Porém, o senhor Iwein não sabia



como se proteger



e o portão foi aberto,



causando naquele mesmo instante



um ferimento no castelão



que salvou-se do seguinte modo:



ele teve que dar um golpe



inclinando-se para frente.



Deste modo, preservou a vida,



enquanto o portão descia rangendo,



sem que ele fosse atingido.



A sela do cavalo, segundo ouvi,



foi partida ao meio,



a ponta da espada quebrou



e ambas as esporas



nos calcanhares, também, foram destruídas.






Ele mesmo se protegeu da morte com notável destreza.



Iwein é apanhado.; felizmente a primeira pessoa a achá-lo é uma governanta, Lunete, com



quem ele tinha sido amável na corte de Arthur. Ela lhe deu um anel que o tornava invisível.



Na corte, ele vê uma senhora tomada de aflição.; claro que é Laudine, a esposa do nobre



cavaleiro que ele tinha abatido. Embora o corpo comece a sangrar quando Iwein se



aproxima, ninguém no castelo pode vê-lo. Quando Lunete volta, ele confidencia a ela que



está profundamente apaixonado pela senhora que ele viu. Lunete decide tentar superar sua



rival por ele.



Quando ambos se calaram, disse a moça:



" Sr. Iwein, por que lhe falta esperança?.



Ora, o senhor está bem vivo e tem uma boca.



Diga isso a ela , o senhor mesmo.



Quando foi que o senhor se tornou um mudo?



Diga, porém, pelo amor de Deus, por quê



o senhor foge de uma mulher tão bonita?



Deus castiga



o homem que, contra Sua Vontade,



tendo o dom da oratória,



dirige-se a uma bela dama,



quando esta não quer saber nada a seu respeito.












































































Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui