Usina de Letras
Usina de Letras
29 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Cultive um jardim -- 17/04/2003 - 17:02 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Clic"ali===>>>Boa noite romântico





















Por longo tempo corremos



querendo algo pegar,



qualquer coisa que bem vemos



e queremos alcançar.







É certo persuadirmos



num propósito qualquer,



mas, se não o conseguirmos,



refletir isso requer.







Não que tudo fácil seja,



não devemos desistir.



Nada vem numa bandeja,



mas é fácil prosseguir.







Você dá tudo de si



e não vê o resultado,



para ter seu potosi



é bom não agir errado.







Deus, também, pode querer



mostrar que não merecemos



com sinais pra gente ver



que algo não aprendemos.









Se a borboleta voa



e lhe deixa atraído,



não a persiga, à-toa,



como cão empedernido.







Melhor cuidar do jardim,



plantando muitas roseiras,



semear cravos, jasmim,



e muitas violeteiras.







As borboletas virão



atraídas pelas flores,



e virão, em mutirão,



apreciar os odores.







Seu fluxo segue a vida,



e tal fluxo é perfeito,



cada data definida



premia o que foi feito.









Ansiosos nós ficamos,



querendo empurrar rio,



mas nunca o observamos



de um modo bem mais frio.







Desperdiçamos a força



e ficamos mui frustrados



esperando que alguém torça



a água com os seus nados.







O segredo da conquista,



subir pódio, erguer taça,



não é ser um arrivista,



mas botar a mão na massa.







Depois de muita labuta,



vem o prêmio merecido.



É quando alguém escuta



o elogio devido.







Quem tudo de si já deu,



nunca pensou no final.



Pelo caminho correu



alegre, ao natural.





































































Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui