Usina de Letras
Usina de Letras
64 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60362 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3193)

Ensaios - (9714)

Erótico (13520)

Frases (48249)

Humor (19550)

Infantil (4828)

Infanto Juvenil (4178)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139358)

Redação (3118)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
cronicas-->Ah, vai se...! -- 15/07/2000 - 14:46 (Arnaldo Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Com certeza o amigo leitor, assim como a maioria das outras pessoas do mundo, já brigou com alguém que realmente goste. Não é estranho? Mas o conflito de vaidades e a incapacidade inerente ao ser humano de compreender ao próximo, causa discussões que simplesmente são inconcebíveis. Pena que nos deparamos com os erros apenas depois de que eles já foram realizados.

Dessas "guerras" pessoais geralmente resultam: palavras que não deveriam ser utilizadas por ninguém, raiva, chateação e quando há uma concentração de nervosismo podemos até adquirir doenças psicossomáticas ao longo do tempo.

Quando me deparo com a realidade de que nossas vidas são muito curtas, e que o nervoso é apenas um desgaste de energia totalmente desnecessário, acho que devo diminuir o índice de "revoltas interpessoais" que enfrento durante os dias.

Porque na verdade, não mais compensa criar inimizades ou rancores por outros, afinal esses sentimentos se compreendem internamente em nós e apenas afeta a quem os guarda.

Você já percebeu isso? Eu já! Sabe que estou seriamente considerando? Comprar um saco de areia! Libera a energia contida...
Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui