Usina de Letras
Usina de Letras
74 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60346 )

Cartas ( 21288)

Contos (13386)

Cordel (10358)

Cronicas (22276)

Discursos (3193)

Ensaios - (9712)

Erótico (13520)

Frases (48231)

Humor (19546)

Infantil (4824)

Infanto Juvenil (4173)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139334)

Redação (3115)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5808)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Nunca te esqueças de mim -- 02/08/2003 - 13:54 (Antonio Carlos Garcia Pezente) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Nunca te esqueças de mim

Pezente.



O amor que me acompanhou

Em alguma estrela se escondeu.;

Hoje, eu, não sei mais quem sou,

Se, meu coração está vivo, ou, se morreu.



Acompanho, tua imagem, no meu pensamento,

Querendo te abraçar... querendo te beijar.;

Flutuando no ar, meu amor, segue no vento,

Para meu desespero... não posso te acompanhar.



Nossas juras de amor ainda estão gravadas,

No mesmo banco de jardim.

Olhando as palavras, já apagadas,

Leio: ’nunca te esqueças de mim’



As lágrimas não consigo conter,

Tanto tempo que nem sei,

como posso te esquecer,

se foi a única... a quem amei?



www.pezentereverso.kit.net

Eu amo você











Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui