Usina de Letras
Usina de Letras
27 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62472 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10468)
Erótico (13578)
Frases (50857)
Humor (20082)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140896)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6247)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Corpo e mente, só? -- 22/08/2003 - 10:07 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Clic"ali,oh:=>>>Vou cortar o seu ponto



















É importante saber

que há profundas raízes...

O que isso quer dizer,

há no corpo mais altrizes?



O corpo é uma ponte,

é um ponto de acesso

a um grande horizonte —

ao Ser — para seu progresso.



"Água!?...O que será isso?

Não consigo entender

nada." O peixe omisso

assim iria dizer,



se tivesse pensamento.

Tentar entender o Ser,

não dá aproveitamento,

e nada vai resolver.



Você já teve lampejos

e bem significativos

do Ser, mas entre latejos

da mente, os mais nocivos.



A mente sempre rotula

cada momento presente.;

é assim que se anula

um instante consciente.



Nunca, em nenhum evento,

o Ser poderá ser objeto

de qualquer conhecimento,

não há caminho direto.



Formam uma coisa só,

dentro do Ser, o sujeito

e o objeto. Tal nó

jamais é desfeito.



O Ser pode ser sentido

como o eternamente

presente "Eu sou", varrido

de tudo, completamente,



sem a forma e sem nome.

Sentir e, em conseqüência,

saber que você não some,

que tem essa consciência,



e, assim, permanecer,

— enraizado, no vão—

é que faz reconhecer

sua iluminação.



E é esta a verdade

que já veio de Jesus,

que diz que a liberdade

está contida na luz,



a luz que nos livrará

da ilusão que nós temos,

que corpo e mente há,

de nada mais nos provemos.



E é nessa ilusão

de um eu interior,

disse Buda em sermão,

que está o tal horror.;



só tal luz nos livrará

dos mil disfarces do medo

que a ilusão dará,

que nos tortura bem cedo,



até que paremos com isso,

extraindo o sentido

apenas desse abisso,

difícil de ser contido.



E, também, nos livrará

do pecado, desse mal

que sempre atacará,

pelo agir trivial.



Não gosto dessa palavra

"pecado". Um julgamento

pressupõe e me lavra

com culpa, um falimento.



Se você não for capaz

de olhar para além

do que a palavra traz,

não usá-la mais convém.



À palavra não se prenda.

Ela é, apenas, meio

para fazer uma venda,

atingir um fim, enleio.



E é uma abstração.

Qual uma seta em poste,

é uma indicação,

colocada num encoste.



O termo "mel" não é mel.

Você pode dissertar

sobre mel no seu papel,

mas enquanto não provar



do mel, jamais saberá

o que ele é.; assim,

a palavra perderá

importância e, por fim,



da palavra nos livramos.

E, de forma semelhante,

sobre Deus nós registramos

tudo que é relevante,



mas isso não significa

que sabemos da grandeza

do que o termo indica,

do real da Realeza.



Este termo nunca passa

de obsessivo apego

a um letreiro da massa,

ídolo mental, em grego.



Ocorre, também, o contrário.

Se, como palavra, "mel"

não agrada seu fichário,

não há santo lá no céu



que lhe faça o provar.

Se há forte aversão

ao termo "Deus", há negar,

não só a tal palavrão,



mas, também, à Entidade

que ele, por si, aponta.;

nega-se realidade

que palavra apronta.



O negativo apego

ocorre, quando você

se priva do aconchego,

realidade não vê.



E tudo isso não passa

de identificação

com a mente, que nos caça

a grande libertação.



Portanto, se algum termo

não serve para você,

jogue-o num lugar ermo,

outro vai aparecer.



Se não lhe serve "pecado"

use a "insanidade",

"inconsciência", "danado",

chegue perto da verdade.;



pois, assim, ao natural,

você mais se aproxima

da verdade — do real,

da palavra bem acima.





Clic"ali,oh:===>>>Como jogar o tênis melhor que o Guga



























































































































































Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui