Usina de Letras
Usina de Letras
27 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Tristan -- 28/08/2003 - 11:32 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Clic"ali===>>>Gottfried von Strassburg



























"O trabalho começa com um prólogo que se segmenta em duas partes. O primeiro é uma declaração breve da posição do autor. Sua audiência deveria julgá-lo pelas suas intenções, até mesmo se ela não concordasse completamente com ele. Ele conta, então, como enfocará o problema do amor:









Assumi uma tarefa

para o bem do mundo

e alegria de nobres corações,

aqueles corações pelos quais o meu bate,

e aquele mundo no qual meu coração olha.



Não falo para homens comuns,

como aqueles ali, dos quais ouço

que nenhuma tristeza podem suportar

e que querem viver somente alegres para sempre.

Possa Deus isso lhes conceder.







Para tais pessoas e para este modo de vida

nada quero dizer.

O modo de vida delas é completamente diferente do meu.

Falo para pessoas bem diferentes,

as que trazem em seus corações:



doce amargura, adorável tristeza,

satisfação sincera e agonia de saudade,

vida feliz, morte triste,

morte feliz, vida triste.

Esta vida quero também viver,



entre tais pessoas, quero ser pessoa também,

perecer com elas ou ser mais feliz.

Estou com elas até agora

e gasto meu estoque de graça com elas.

Elas podem me ajudar



em minhas necessidades e sofrimentos.

A todas elas apresentei

meu trabalho para discussão,

a fim de aliviá-las, com minha narrativa,

da tristeza que as acompanha,



ou, pelo menos, possam minorar

suas dores pelo caminho.

Assim, pra quem tem algo diante dos olhos,

e se ocupa disso com imaginação,

fica mais fácil cuidar de suas dificuldades naturais."



Clic"ali,oh:====>>>>Tristan (II)



Fonte: Gootfried von Strassburg Tristan (45-6148).url





Clic"ali,oh===>>>>História da Literatura do Médio Alto Alemão

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui