Usina de Letras
Usina de Letras
41 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50861)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140903)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Quase que lancei... -- 02/09/2003 - 12:57 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Vai fundo, bicho!





































—Passei mal, quando tentei

ir fundo, pondo atenção

no eu interior. Dei

tudo na concentração,



mas só senti um agito,

não consegui a guinada,

e quase que eu vomito,

com atenção concentrada.



— O que você mais sentiu

foi emoção retardada,

uma que escapuliu

de você, na concentrada.



Você deve atentar

pra essa má emoção,

antes de pretender dar

ao seu eu mais atenção.



Atentar não é pensar

nela, mas é observar,

senti-la, ficar a par,

o seu jeito aceitar.



Algumas emoções são

facilmente observadas:

raiva, medo, aflição.;

e são logo rotuladas.



Outras são os desconfortos,

os pesos, as agonias,

fazemos os seus abortos,

definindo suas vias



como sendo meio-termo

entre uma emoção

e sensação de enfermo,

uma dor, mais por paixão.



Mas o que mais interessa

é senti-la, consciente,

recebê-la, sem mais pressa,

como um convalescente.



Num organismo perfeito,

emoção tem vida curta,

pouco dura seu efeito,

se atenção não se furta.



No entanto, ela dura

dias, e até semanas,

e mais ainda se apura,

pois há outras mais sacanas



que a ela se ajuntam,

se a pessoa não tem

o que muitos já assuntam,

e só com atenção vem:



aprofundar-se no Ser

evita o sofrimento,

que poderia viver,

sem nosso consentimento,



por muito tempo em nós,

nos deixando mui doentes,

reduzindo-nos a pós,

sem energia, sem lentes.



Portanto, direcione

sua atenção pra ela.

Se sua mente faz clone

de alguma esparrela,



ou alimenta padrão

de mágoa, culpa e dor,

e estas a emoção,

que lhe causa dissabor,



é certo que há perdão

que pode inda ser dado,

a auto-condenação

ainda tem seu reinado.



Você não tem o poder

de perdoar a ninguém,

mas auto-perdão vai ter,

pra voltar a ser alguém.



Você pode perdoar

a si mesmo, pra valer,

e basta você notar

como pode proceder.



Qualquer que seja o caso,

passado, já, ou futuro,

a mente é um atraso,

quer sair do seu escuro,



e recusa-se a dar

seu aceite ao perdão,

e quer mais prestigiar

aquela tal emoção.



O futuro rejeitando,

não conta com incerteza,

quer é ficar controlando,

refazer sua defesa.



Perdoar é abrir mão

dos nossos ressentimentos,

acabar com o cordão

que enrola maus eventos.



E você vai perceber

que os seus ressentimentos

outra meta não vão ter,

querem fortalecimentos



pro falso eu, inconsciente,

querem um falso sentido

do eu, que cria a mente.;

tudo fica "resolvido".



O auto-perdão

implica não resistir,

auto-comiseração,

vida em si permitir.



Quando você perdoar,

só você retomará

da mente o seu manjar,

o poder que tinha lá.



E o falso eu, o ego,

construído pela mente,

fica totalmente cego,

por não ter nada pendente.;



não pode sobreviver

sem discórdias e conflitos.

Você penetra no Ser,

colhe os bens infinitos,



paz vibrante, harmonia,

serenidade e luz.

Recupera alegria

e, como disse Jesus:



"Antes de adentrar

ao templo, perdoe."

E, com esse perdoar,

que Ele nos abençoe.





Clic"ali,oh:===>>>Como jogar o tênis melhor que o Guga





























































Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui