Usina de Letras
Usina de Letras
30 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Nem gueixa, nem queixa -- 25/09/2003 - 09:22 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
800000">Clic"ali,oh:===>>>Sofrimento de atleticano























— Como podemos mudar



um mau relacionamento,



viciado, de danar,



que só nos traz sofrimento,





em convívio verdadeiro,



harmonioso, seguro,



que nos dê sabor inteiro,



qual favo do mel mais puro?





— Se presentes estivermos,



aumentarmos a presença,



se mais atenção dermos



ao Agora, bem intensa,





muito pouco interessa,



se estamos sós ou não,



a chave é sempre essa:



pôr Nele concentração.





Para o amor nascer,



a luz da nossa presença



tem que mais resplandecer,



impedindo que nos vença





o que pensa nossa mente,



ou o nosso sofrimento.



Cada um bem consciente



que, sob o seu pensamento,





é o Ser, serenidade



sob o barulho mental,



é amor, felicidade,



por baixo de qualquer mal,





alcança a liberdade,



sua iluminação,



escreve bem, à vontade,



pra ter sua salvação.





Parar de se misturar



com o corpo a sofrer



é a presença levar



ao vício, e o solver.





Parar de se misturar



com mania de pensar



é saber bem observar,



em silêncio, devagar,





pensamentos, atitudes,



os padrões repetitivos



da mente, velhos "açudes",



papéis do ego, nocivos.





Se pararmos de deixar



que a mente nos comande,



ela por si se bastar,



por mais que ela demande,





ela perde seu padrão



compulsivo de julgar,



de criar a reação



pra sofrimentos gerar.





Quando nós não mais julgamos,



aquilo que é aceitamos,



da mente nós nos livramos



e espaço reservamos





pra alegria, amor



e paz. Primeiro, paramos



de julgar a nossa dor



e, depois, também, sustamos





nosso ímpeto ferrenho



de os outros condenar,



sentindo, por nosso cenho,



o que tentamos julgar.





Os outros nós aceitamos



do jeito que eles são.;



não julgamos, não tentamos



sua modificação.





Isso nos leva direto



par"além do nosso ego.;



o jogo do mais correto



e o vício dão vôo cego.





Vítima não mais existe,



agressor, também, não há.;



acusação, nem por chiste,



acusado sumirá.





É o fim da dependência,



da atração por um nível



de total inconsciência



do outro.; do desprezível.





O amor é um estado



do Ser. Não está lá fora,



está cá dentro, calado,



em nós, dentro do Agora.





Perda de amor não há,



e ele nunca nos deixa.;



e jamais dependerá



d"outro corpo, nem de gueixa.





O estado de presença,



a grande serenidade,



forma e tempo dispensa,



mostra só realidade,





a Vida Não Manifesta,



que o corpo energiza.;



vê-se, então, igual festa



num outro em quem se visa.





Além do embaimento,



do véu opaco da forma,



enxergamos alimento



da união, como norma.





A unidade, então,



se realiza de vez,



Deus, em nosso coração,



agora Se satisfez.





Vida Única, infinda,



sob todas formas de vida,



é Deus, que nos dá, ainda,



Sua arma preferida,





o amor, um sentimento



da presença de tal Vida,



em nós, a cada momento,



pra que seja exercida.





Clic"ali,oh:===>>>Como jogar o tênis melhor que o Guga





































































































Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui