Usina de Letras
Usina de Letras
26 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50861)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140903)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->A tarefa da mulher -- 06/10/2003 - 12:54 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Clic"ali,oh:=>>>Espere o gato passar



























As mulheres já superam

os homens nesta senda,

mais conscientes operam,

tiram dos olhos a venda.



As mulheres recuperam

seu direito natural:

ser a ponte, que já eram,

entre o material



e o espíritual,

entre mundo revelado

e mundo especial,

mundo não manifestado.



A tarefa da mulher,

agora, é transformar

um sofrimento qualquer

que venha lhe atacar,



dissolver esse sofrer,

de forma que ele fique

sem poder interceder,

sem poder dar um repique,



entre ela e o eu,

o seu eu interior,

o verdadeiro e seu,

o seu maior diretor.



Terá de lutar, também,

com outra dificuldade

pra se iluminar bem,

possuir serenidade.;



lutar contra sua mente,

que só pensa em pensar

de modo inconsciente,

pra presença triunfar.



Mas a presença intensa

que a mulher já produz,

quando lida com doença,

já lhe põe na mente luz.



É preciso bem lembrar

que, enquanto construir,

ou se identificar

com tudo que lhe ruir,



com o tenaz sofrimento,

a mulher vai resistir

ou sabotar o momento,

incônscia, de se luzir.



Enquanto gastar seu eu

com sofrer emocional,

pra curar o que sofreu

e se manter integral,



sem torná-lo consciente,

a mulher vai resistir,

de si vai ficar ausente,

nunca vai se reluzir.



Por exemplo, ao notar

que seu sofrer lhe consome,

isso pode lhe causar

um choque e, então, some,



rompe-se a ligação.

Sofrimento é um campo

de energia, tensão,

que agarra como grampo,



e no eu se reinstala.

Ela foi aprisionada,

e não flui mais, por ser rala,

e, ali, fica parada.



Ela é o seu passado,

que revive em você.

E você, identificado

com este, curte sofrer.



A vítima acredita

que este é mais possante

que o presente e dita

o seu rumo doravante.



Crê que suas relações,

e, destas, o que sobrou

são os seus grandes vilões,

o porque assim ficou,



com sofrer emocional,

ou com incapacidade

de ter seu eu natural

pra obter serenidade.



Mas o fato, verdadeiro,

é que temos um poder

único, o mais certeiro

que podemos exercer:



é o poder da presença,

bem aqui, neste momento,

o que nos dá uma crença

de domínio, acalento,



de um eu interior,

e de que o que passou

já não mais é diretor.

O Agora triunfou.







Clic"ali,oh:===>>>Como jogar o tênis melhor que o Guga









































































































































Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui