Usina de Letras
Usina de Letras
47 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60346 )

Cartas ( 21288)

Contos (13386)

Cordel (10358)

Cronicas (22276)

Discursos (3193)

Ensaios - (9712)

Erótico (13520)

Frases (48231)

Humor (19546)

Infantil (4824)

Infanto Juvenil (4173)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139334)

Redação (3115)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5808)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Caminho do Meio -- 21/10/2003 - 15:35 (Antonio Carlos Garcia Pezente) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Caminho do Meio







Cinco sóis ardem igual a archote,

as duas luas, meu eterno enleio,

vieram de lembrança em meu dote.;

meu caminho é o do Meio.

Se o quadrante é o do norte,

sigo a sincronia da unicidade.

Sou um peregrino na terra

liberando minha polaridade

( espírito não tem sexo, não tem seio! )

No intervalo de tempo que se extingue,

retornando ao pó...

castrando meu instinto!

Meu caminho é o do Meio...

meu tempo está findo...



Pezente.





Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui