Usina de Letras
Usina de Letras
79 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60346 )

Cartas ( 21288)

Contos (13386)

Cordel (10358)

Cronicas (22276)

Discursos (3193)

Ensaios - (9712)

Erótico (13520)

Frases (48231)

Humor (19546)

Infantil (4824)

Infanto Juvenil (4173)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139334)

Redação (3115)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5808)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Eu vi! -- 24/10/2003 - 11:25 (Antonio Carlos Garcia Pezente) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Eu vi!



...e os mil anos se passaram.;



e as coisas... mudaram!







Da prisão, a grande serpente,



afastou-se para abraçar o mundo.



quebrando a corrente,



rompeu o selo do lago profundo.







Quem sentou no trono branco,



foi o falso profeta:



o sangue da seta



manchava seu manto.







Eu vi... o céu aberto.



Eu vi um anjo descer do céu!



Terra santa no meio do deserto,



arde num imenso fogaréu!







Minha fronte não tem a marca,



minha terra dentro da arca,



meu cordeiro que ainda berra.;



Eu vi um novo céu... uma nova terra!





www.pezentereverso.kit.net











Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui