Usina de Letras
Usina de Letras
26 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62472 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10469)
Erótico (13578)
Frases (50857)
Humor (20082)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140901)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6247)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Compaixão -- 30/10/2003 - 23:09 (Elpídio de Toledo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Clic"ali,oh:=>>>É desse jeito...















Enquanto inconsciente,

sem encontrar o real,

o real que é vigente

nos outros lhe faz um mal,



vai lhe causar ilusão.

Sua mente vai gostar

da forma deles, ou não,

dos seus corpos a mostrar.



Também, vai simpatizar

ou não com os seus pensares.

E, para "verdadeirar"

as relações inter-pares,



é necessário estar

em comunhão com o Ser.

Ao se conscientizar,

você pode perceber



o corpo e o pensar

do outro qual uma tela.

Esta irá lhe mostrar

o que de real há nela,



que é a realidade

do outro, que você sente,

e, também, por igualdade,

o seu real mais vigente.



Assim, ao se deparar

com um sofrer da pessoa,

ou com certo comportar

inconsciente que doa,



você fica bem presente,

em contato com o Ser,

além da forma, e sente

o Ser no outro viger.



Você, então, vai notar

que, neste nível, no Ser,

o sofrer não tem lugar,

é ilusão, um viver



em identificação

com a forma, e saber

qual é a causação

do referido sofrer.



E há curas milagrosas

que, às vezes, acontecem,

por serem mui poderosas

as relações que se tecem



despertando consciência.

Se o outro está pronto,

dá-se a resiliência,

por você ser "contraponto".



Compaixão é consciência

d"uma forte ligação,

uma grande acedência,

com toda a criação.



Mas coexistem dois lados

nessa forte ligação.

É que, estando dotados

de corpo, animação,



nesta Terra partilhamos

a vulnerabilidade

com tudo que observamos,

e, também, mortalidade.



Se, por acaso, disser

"Sou bastante diferente"

de alguém que lhe requer

que seja mais acedente,



lembre-se de que você

tem coisas mui semelhantes.

Cada um vai perecer,

voltar ao pó, como antes.



Isso é a percepção

humilde e mais sensata,

que não deixa nenhum vão,

nem chance pra casamata,



pro orgulho persistir.

Não há nisso negação

desse nosso existir.

É nossa constatação.



Nesse sentido ocorre

a completa igualdade,

você igualmente morre,

é pura realidade.



Uma das mais poderosas

práticas espirituais

é ver as coisas formosas

seguindo seus rituais.;



nascem, vivem e morrem.

Você também se observa,

vê como os dias correm,

morrendo como a erva.



Sua forma se dissolve

cada dia um pouquinho.

Quando nada mais resolve,

a mente sai do caminho.



Mas você lá estará,

com sua presença pura,

consciente ficará,

pois o real sempre dura.



Nada que seja real,

consciente, em verdade

terá morte natural,

por ser da eternidade.



Somente nomes e formas

têm um fim já previsto,

todos seguem certas normas...

Constate, vá fundo nisto.









Clic"ali,oh:=>>>Perdôo-me



























Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui