Usina de Letras
Usina de Letras
32 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59246 )

Cartas ( 21240)

Contos (13136)

Cordel (10297)

Crônicas (22218)

Discursos (3164)

Ensaios - (9458)

Erótico (13486)

Frases (46685)

Humor (19308)

Infantil (4486)

Infanto Juvenil (3780)

Letras de Música (5482)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138395)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5557)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->MORRE FELIZ, QUEM UM DIA FREQUENTOU BOTECO -- 19/05/2021 - 01:06 (Renato Souza Ferraz) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

QUEM UM DIA FREQUENTOU BOTECO, VAI PARA O CÉU

Renato Ferraz

 

Morre feliz e sossegado

quem um dia conheceu um bom boteco!

O boteco, endereço da alegria

onde a felicidade é fugaz.

Lá se diverte e relaxa.

A descontração é por conta da casa,

só vai embora com o último cliente.

O assunto do bate papo rende,

a cerveja gelada e o petisco são ótimas companhias.

Ali os fantasmas da vida não têm vez.

O burburinho os espanta.

O barzinho, local aconchegante,

Onde se misturam os diversos aromas.

Cada um tem a sua preferência.

É o palco da verdadeira democracia. E da pura filosofia!

Em geral, lá as emoções se pluralizam.

E com a ajuda do efeito do chopp,

O coração bate diferente, a língua fica mais solta

E a descrição desaparece,

Porque ali todos são iguais. Cada qual paga a sua conta,

bebe e come o que quer.

Fala-se de esporte, de sexo, de política, do amor, de traição, da sogra, de religião.

Enfim, tem-se expertise para cada assunto.

Fala-se das coisas do cotidiano da vida.

Pode-se dizer que a mesa de bar é também confessionário, um divã, um tribunal, um palanque ou até um consultório.

Porque assim como se é mais sincero, igualmente às vezes se excede nos assuntos. Inventa-se histórias e mente-se muito também!

 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 1Exibido 62 vezesFale com o autor