Usina de Letras
Usina de Letras
53 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59578 )

Cartas ( 21248)

Contos (13286)

Cordel (10315)

Crônicas (22226)

Discursos (3167)

Ensaios - (9520)

Erótico (13500)

Frases (47120)

Humor (19398)

Infantil (4588)

Infanto Juvenil (3888)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138645)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2431)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5640)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->MINHA HISTÓRIA -- 15/06/2021 - 22:44 (Renato Souza Ferraz) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

MINHA HISTÓRIA



Renato Ferraz



 



Nasci em Delmiro Gouveia, no sertão alagoano



Fevereiro foi o mês, cinquenta e oito foi o ano



Meus pais tiveram 11 filhos, fui o segundo a nascer



A Deus e a eles agradeço o que hoje venho ser.



 



O parto se deu em casa, na rua sete de setembro



Morei na 13 de maio, até os 11 anos, eu me lembro



Natércia Serpa de Menezes foi a escola onde estudei



Lá aprendi só as primeiras letras porque logo me mudei



 



A cidade era muito pequena, todo mundo se conhecia



Como criança, vi voar o tempo, brincava de noite e de dia



Lembro quando chovia forte e faltava energia



O relâmpago rasgava o céu e o trovão explodia.



 



Com 11 anos de idade, a gente foi morar na Bahia.



A cidade foi Paulo Afonso, que eu sequer conhecia.



Tive uma adolescência tranquila morando naquela cidade



A escola e os novos amigos, tudo era novidade.



 



Essa nova fase da vida foi mais fácil superar



Foram tantos os desafios, muitos eu consigo lembrar



As escolas da Chesf eram as melhores de então



Aos meus professores eu lhes dedico gratidão



 



No ano de 77, já com 18 anos, em Maceió fui estudar.



Adorava Paulo Afonso, mas precisava avançar



Cada etapa, era um desafio a vencer



Com as adversidades a gente só tem a aprender



 



Em Maceió eu morei no Poço e estudei na ETFAL



Aos poucos fui gostando de morar na capital



Com a vida a gente aprende, ela só tem a ensinar



Todo sacrifício realizado é em prol de melhorar.



 



No ano de 1980 em Aracaju eu fui morar



Morei apenas 3 anos, nem deu tempo de gostar



Foi uma época de reflexão e de muita serenidade



O meu ingresso na Petrobrás só me trouxe felicidade.



 



Fui admitido em Aracaju para trabalhar em Natal



A vida agora estava mais tranquila, eu nunca tive igual



O RN e a Petrobrás, considero meus segundos pais



Esses 33 anos juntos, não esquecerei jamais.



 



Morar em Natal foi das melhores coisas que a vida me deu



Até pela etimologia que nos une, acho que isso me favoreceu



Foram anos de muitas novidades, energia boa e alegria



Que às vezes até parecia um sonho o que eu vivia



 



Quando eu conheci Ponta Negra, escolhi para morar



Dos melhores momentos vividos, sempre irei lembrar



O estilo de vida do bairro é saudável e natural



Isso faz com que aquela praia tenha algo sobrenatural.



 



Cada cidade que moramos ou momento novo que vivemos



Um pouco a gente aprende, inclusive quando sofremos



Até o início da vida adulta tudo parece uma brincadeira ou apenas algo mais.



Com a idade vem a certeza que o tempo passa e que a vida é curta demais



 


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 1Exibido 118 vezesFale com o autor