Usina de Letras
Usina de Letras
59 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59578 )

Cartas ( 21248)

Contos (13286)

Cordel (10315)

Crônicas (22226)

Discursos (3167)

Ensaios - (9520)

Erótico (13500)

Frases (47120)

Humor (19398)

Infantil (4588)

Infanto Juvenil (3888)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138645)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2431)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5640)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->MANDELA, O APÓSTOLO DA PAZ! -- 21/06/2021 - 19:36 (Renato Souza Ferraz) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

MANDELA, O APÓSTOLO DA PAZ!

Renato Ferraz

 

O bom coração bate como proeza divina, no corpo de homens de bem e de mente sã.

O homem correto continua umbilicalmente ligado ao seu criador.

Às vezes, mesmo, sem o saber.

Não lhe importa o reconhecimento fútil, os aplausos fáceis e imediatos da dominadora e poderosa invenção do século: a mídia.

Segue sua trajetória, caminha na sua trilha.

Mandela é determinado. Defensor da liberdade dos homens.

Como líder político da África do Sul é-nos exemplo de vida!

É a razão da luta contra a tirania do seu povo.

É como um cacto que desponta no solo árido da caatinga.

Uma flor exótica, nascida em plena adversidade do deserto.

Mandela é como um pássaro que nasceu para semear o pólen da paz.

Seu canto é de alegria, como o é das aves em liberdade!

No seu coração não há espaço para o ódio e o rancor.

Sentimentos que podiam tê-lo ferido mortalmente, Durante os quase vinte e oito anos de cárcere.

Mandela é uma estrela rara no firmamento humano.

É astro-guia de terras distantes que nasceu para brilhar.

Sua luz ofusca as trevas da opressão.

É um marco divisor das forças da tempestade do regime de segregação racial. Mártir da história democrática e contemporânea da África do Sul.

Sua vida é uma história de luta, sofrimento e glória, Contra o regime de opressão e racismo do seu povo.

OTAN, UNESCO e outras deviam ser semeadas por homens de tal envergadura moral, social e diplomática.

Assim o destino dos demais seria menos conflitante.

Muitos nascem, poucos germinam como deveriam.

A vida tem seus mistérios...

Os desígnios de Deus são tortuosos e cheios de interrogações.

Mas homens como Mandela nos ensinam a árdua lição

De sofrer sorrindo, na esperança de um futuro melhor, mesmo que não seja imediato.

A história da humanidade mostra que regimes de apartheid, totalitários e autoritários têm seu tempo e sua hora para acabarem, mas como uma onda, vão e voltam.

Há sociólogos e sociólogos. Políticos e políticos.

Mandela vive a sociologia, sem precisar ser cátedra, enquanto outros opostamente o são sem vivê-la.

Mandela não precisa de subterfúgios nem reeleição para provar a que veio,

Fez-se poder e dele sai sem ser contaminado.

Seu silêncio fala mais que a retórica demagoga de outros líderes eloquentes, demagogos, disfarçados de estadistas por meios escusos.

Ó Deus, no próximo milênio, dê-nos muitos Mandelas!

Que um nasça no Brasil e aqui não sofra mutação política.

NÉLSON MANDELA É AMOR!

 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 1Exibido 147 vezesFale com o autor