Usina de Letras
Usina de Letras
64 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59519 )

Cartas ( 21247)

Contos (13250)

Cordel (10311)

Crônicas (22246)

Discursos (3167)

Ensaios - (9502)

Erótico (13497)

Frases (46991)

Humor (19364)

Infantil (4542)

Infanto Juvenil (3850)

Letras de Música (5495)

Peça de Teatro (1339)

Poesias (138583)

Redação (3072)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2430)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5612)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->Boyzone -- 12/09/2021 - 21:42 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

 

 

 

 - Jairzinho, que bela carta você escreveu...!

 - Foi só pensando no perdão, professora!

 - Parece tão real, tão verdadeiro o seu sentimento nela expressado...
 
 - Professora, como a senhora sabe, Verba volant, scripta manent...
E em razão disso, ao invés de falar, resolvi escrever para que as palavras então permaneçam...

 - Fico muito feliz, em dileto petiz...! Vou lhe dar um presente como recordação...que tal um pequeno  caminhão...?

 - Sou mais uma moto, professora...O caminhão, além da poluição faz um barulhão...de um Trovão... Dê ele então pro meu amiguinho Xandão...

 - Está bem...e você Michelzinho, o que tem a dizer da carta de seu colega Jairzinho...? (por favor, fale sem agitar as mãos...!)

 - Mestra querida, o que eu ter-lhe-ia a dizer é singelo: jamais vi gesto tão belo! Realizar-me-ei quando os vir (Xandinho e Jair), descendo as escadas de mãos dadas...

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 24Exibido 15 vezesFale com o autor