Usina de Letras
Usina de Letras
55 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60283 )

Cartas ( 21285)

Contos (13379)

Cordel (10352)

Cronicas (22252)

Discursos (3187)

Ensaios - (9687)

Erótico (13520)

Frases (48078)

Humor (19493)

Infantil (4786)

Infanto Juvenil (4142)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1344)

Poesias (139180)

Redação (3100)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2436)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5773)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->DIA DAS MÃE -- 03/05/2022 - 00:05 (Renato Souza Ferraz) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

DIA DAS MÃES MAIO 2022

 

 

 

Mãe (e Pai) é um cristal pra se guardar no cofre que a gente tem dentro do peito!

Ser mãe (pai) é uma opção e também uma missão.

Portanto, ter 11 filhos é uma proeza.

A ela ( pai ), não esqueçamos, devemos-lhe a vida, e o que somos.

A nossa gratidão não pode ser diferente do amor, carinho e cuidado que ela nos deu.

Pois de nada adiantará deixar para louvá-la amanhã, se é hoje que ela está aqui conosco.

Nem nossa consciência nem Deus nos perdoarão se formos ingratos e não reconhecermos tudo que ela fez por nós.

É preciso paramos para pensar mais vezes o quanto foi difícil nos criar, chegar até aqui

e manter a integridade da família com tantos filhos e as adversidades da época,

que foram muitas. Se hoje existe uma máquina de lavar e existe comida em abundância;

foi preciso muito esforço e sacrifício para chegar até aqui.

O mérito maior foi o exemplo que tivemos, de sermos pobres,

mas educados com dignidade e humildade para vencermos as dificuldades

com a cabeça erguida, primando pela honestidade e honradez.

Quando a nossa mãe um dia nos disse NÃO e a gente não compreendeu,

hoje sabemos que assim o fez de coração partido, mas sempre nos protegendo, visando o amanhã.

E hoje nós colhemos o que ela plantou.

Quando assim agiu, teve Deus sempre do seu lado.

Não nos esqueçamos de ser eternamente gratos.

Nós somos os dedos das mãos, pertencemos ao mesmo membro,

mas somos naturalmente diferentes, e por assim sermos como Deus quis,

diferentes, amemos nossa mãe cada um do seu jeito,

dê de si cada um o que puder, sem mesquinhez ou comparações.

A vida é curta demais, outro dia éramos todos crianças

e hoje já somos também idosos como nossos pais.

São poucas certezas que nós mortais temos na vida.

Uma delas é que um dia morreremos.

Assim como os nossos pais, portanto se ao mesmo tempo,

cada dia que ganhamos de Deus para viver,

não nos esqueçamos que na tabuada da vida será um a menos para viver.

Saúdo nossa Mãe no seu dia, ao lado do nosso pai e meus irmãos !
 

Comentarios
Perfil do AutorSeguidores: 3Exibido 59 vezesFale com o autor