Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
86 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59138 )

Cartas ( 21236)

Contos (13105)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46521)

Humor (19282)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3730)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138242)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5526)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->ÁGUAS AMARGAS -- 03/06/2006 - 17:53 (Benedito Generoso da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.
ÁGUAS AMARGAS

Vi um córrego correndo,
Fugindo da poluição;
Ao riacho foi dizendo:
- O rio é a salvação.

"O mar é a solução",
Ouvi o rio gritando;
"Faça correnteza, irmão,
Nada d águas derramando".

Ao oceano escoando,
As águas se escorreram;
Entre lágrimas chorando,
Chuvas dos céus acolheram.

Logo à frente se deram
Com uma montanha imensa,
Esperança não perderam,
Nem quiseram desavença.

Águas apostam na crença
De que a vida vai avante,
E a gota que se condensa
Perde seu itinerante.

Águas paradas, diante
Da intransponível montanha...
Um lago azul radiante
Formou-se ali, sem manha.

Vencendo essa façanha,
O rio grande seguiu
Numa grandeza tamanha
E no mar submergiu.

O oceano reagiu,
Passou mal o verde mar,
Dos entulhos que engoliu,
E precisou vomitar.

Naquele regorjear,
A terra se estremeceu,
Dejetos do seu mandar
De volta os recebeu.

Uma lição aprendeu
Aquele que vive e corre,
Dentre todos estou eu,
Mas um dia a gente morre.

Somente o céu nos socorre,
Mas a vida é um vai e vem,
Quem o caminho percorre
Vai ao longe e chega além.

Eu rezo e digo Amém
À mãe que me concebeu;
Homem é animal também,
Só que não reconheceu.

No mundo aprendi eu
Que o amor não tem preço,
Morreu por mim um Judeu
E a Deus Pai agradeço.

BENEDITO GENEROSO DA COSTA
benedito.costa@previdencia.gov.br
DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 101Exibido 1045 vezesFale com o autor