Usina de Letras
Usina de Letras
25 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62477 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50864)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->DEPUTADA DO PT DANÇA EM PLENÁRIO -- 28/07/2006 - 12:09 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Na terra já vi de tudo
Só não vi dança de foca
Principalmente a ridícula
Patrocinado por porca
A deputada do PT
Depois de julgar enforca

Aquela comemoração
Não só feriu o decoro
Como foi afronta ao povo
E um grande desaforo
Antes do enforcamento
Devia meter-lhe o coro

Brasil precisa de homem
Que tenha determinação
Resolver nosso problema
Pra aquela situação
Fechar de novo o Congresso
E meter todos na prisão

Oh!que figura patética
Da deputada balofa
Em sua dança da pizza
Do seu povo ela galhofa
Nos dá ânsia de vômito
Ou no mínimo se golfa

Em toda minha vida
Nem mesmo na ditadura
Não vi tanto desrespeito
Por parte da linha dura
Lá em tudo que era feito
Se mantinha a compostura

Nessa arte da mentira
Também de pouca vergonha
Se faz o que bem entende
E nunca ninguém apanha
Se acabar com Congresso
Com certeza o povo ganha

Não adianta pedir perdão
Pra enganar nosso povo
Assim quando ela puder
Repete tudo de novo
Brasil é grande rapina
E manda um bando de corvo

Não sei como expressar
A minha indignação
Deviam tira-la dali
Já dentro de um camburão
Levada sem julgamento
Direto para a prisão

Queria ver a dinossaura
Dançar lá na prisão
Ela e os seus capangas
Zé Dirceu e o tal João
São piores que outro grupo
Conhecido como anão

A dança foi ridícula
E a deputada grotesca
Não sai de minha memória
Aquela cena dantesca
Falta vergonha na cara
Daquela mulher tão fresca.

Henrique César Pinheiro
Março/2006
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 1021 vezesFale com o autor