Usina de Letras
Usina de Letras
73 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60367 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9716)

Erótico (13520)

Frases (48255)

Humor (19555)

Infantil (4830)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139367)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Vida andarilha - soneto - -- 09/07/2004 - 20:20 (Athos Ronaldo Miralha da Cunha) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Vida andarilha



No muro eu risco a vida andarilha

E deixo um rastro na rua infinita

Vejo na praça a minha família

E na sombra do banco eu faço visita



Não tenho recuerdos e não sofro sonhos

Me acalmo no embalo dos ventos nos galhos

E sinto eternos os dias medonhos

Que fazem em mim estranhos atalhos



Persigo encantos que não vejo mais

Ao som dos perfumes de arranjos florais

Então, refaço um abrigo com o velho jornal



E, na trágica noite me sinto inseguro

Fantasmas da infância são os meus apuros

Enfim, prevejo pesadelos em um edital



Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui