Usina de Letras
Usina de Letras
39 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62134 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10329)

Erótico (13566)

Frases (50541)

Humor (20019)

Infantil (5414)

Infanto Juvenil (4748)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140776)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cronicas-->Olavo de Carvalho na mira (de fuzil) de CMI -- 01/04/2003 - 16:29 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
CMI convoca ao assassinato de Olavo de Carvalho

e ainda diz fazer campanha "contra a intolerància"

Leiam o plano homicida em
http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2003/03/251552.shtml.

O site que com exemplar cinismo se denomina "Centro de Mídia Independente" perdeu os últimos escrúpulos e partiu para a criminalidade pura e simples.

O CMI é uma ONG milionária, com escritórios em mais de uma centena de
países, empenhada em fazer propaganda contra os EUA e Israel, exatamente na linha de milhares de sites nazistas e comunistas, e que ainda tem o desplante de chamar de "fascista" quem tome posição contrária à sua.

Desesperada de não poder responder às denúncias que apresento nos meus
artigos e no Mídia Sem Máscara, sobretudo no concernente à aliança dos
pretensos "pacifistas" com os movimentos neonazistas, está apelando ao
método da "ação direta", o mesmo propugnado por Mussolini, para cortar o mal pela raiz, eliminando-me fisicamente.

Não me sinto de maneira alguma inclinado a confiar minha segurança às
autoridades esquerdistas que nos governam, as quais já demonstraram estar mais interessadas em proteger as Farc contra os Estados Unidos do que o povo brasileiro contra as Farc e outras organizações criminosas associadas a seus partidos no Foro de São Paulo, coordenação estratégica do movimento comunista no continente.

Não tenho portanto garantias mínimas nem para minha vida nem para meu
trabalho, estou fora dos direitos constitucionais e excluído da tal "cidadania".

A mim pouco me importa o que me aconteça. Morrer não é doença nem motivo de vergonha. Vergonha é viver num país em que só os assassinos têm proteção das autoridades. Vergonha é ser membro de uma classe profissional em que a pregação do homicídio ostenta o rótulo de "luta contra a intolerància".

Tenho vergonha de pertencer a um povo que elege presidente um amigo das
Farc, tenho vergonha de ser colega de profissão dos canalhas do CMI.

Se vergonha matasse, eles não precisariam nem dos coquetéis molotov que
querem jogar em mim: eu já estaria morto só de ler o que escrevem.

Olavo de Carvalho

2 de abril de 2003


Vejam o plano magnífico que traçaram e as razões que alegam para colocá-lo em prática.

Livraria Cultura anuncia em site fascista
Por Rede de Combate ao Racismo 31/03/2003 Às 17:29

A conceituada rede de livrarias Cultura está anunciando no site mídia sem
máscara.

A conceituada rede de livarias Cultura, de São Paulo, está anunciando no
site de extrema-direita "mídia sem máscara". O site adota uma posição
totalmente pró-Bush e pró-guerra, e vem publicando ultimamente uma série de artigos ofensivos e incitando ao ódio contra árabes e muçulmanos.

O responsável pelo site, o astrólogo e professor de filosofia Olavo de
Carvalho, também é acusado de receber dinheiro do empresário Ronald
Levinsohn, que foi processado pela falência fraudulenta da caderneta de
poupança Delfin, e do jornalista Roberto Marinho.


BOICOTE

NAO TOLERE INTOLERANTES 31/03/2003 18:15

Vamos boicotar e fazer a Livraria Leitura saber disto: que esta perdendo
clientes por patrocinar um site de extrema-direita, que apoia a guerra, a
intolerancia e a hegemonia estadunidense sobre os povos.

Um pouco mais além do boicote

31/03/2003 18:34

Um boicote da nossa parte, pessoas realmente progressistas, que realmente
combatem o imperialismo, a intolerància, o fascismo, seria bom, mas
infelizmente insuficiente.

Ora, se levantarmos o perfil do comprador habitual da Livraria Cultura,
veremos que se trata de um membro da alta burguesia institucional. Afinal, o preço dos livros nessa livraria é um acinte (principalmente dos importados).

Pois muito bem, com boicote nosso ou sem boicote, o impacto seria irrisório.

Entretanto, uma ação um pouco mais direta surtiria efeito. Refiro-me à
invasão e à destruição das duas lojas dessa nefanda livraria, situadas
respectivamente no Conjunto Nacional e no Shopping Villa-Lobos. Imaginem
arregimentar cerca de 200, 300 pessoas, cada uma armada de paus, pedras e coquetéis-molotov? O mais importante é fazer isso e deixar claro o motivo da invasão.

Ação direta é isso.

Outra coisa: Será que não está mais do que na hora de dar um fim físico a
esse càncer chamado Olavo de Carvalho?

Não sei se os leitores sabem, mas esse canalha mantém um "curso de
filosofia" mensalmente, cobrando 100 reais por aula de cada aluno. E esse
curso é ministrado sempre no mesmo local.

Por que não convocar uma manifestação em frente ao local desse curso (ou
melhor, "lavagem cerebral") e, se possível, eliminar fisicamente esse
fascista, racista, canalha e miserável?

Vamos pensar nisso...

-----

Obs.:

O aiatolá Khomeini, considerando blasfemo o livro de Salman Rushdie, "Versos satànicos", emitiu uma "fatwa" (decreto religioso), condenando o escritor à morte. Passou a oferecer US$ 3 milhões de dólares de recompensa para o muçulmano que o eliminasse fisicamente, e US$ 1 milhão de dólares para o não-muçulmano que fizesse o "trabalho". A diferença do preço? Ora, é a tal intolerància islàmica fundamentalista, que julga os "infiéis", os não muçulmanos, seres de última categoria, condenadas a arder eternamente no fogo do inferno. Recentemente, a "fatwa" foi novamente lançada no Irã pelo aiatolá do momento, lembrando que a condenação à morte de Rushdie não foi revogada.

Quanto ao incentivo para assassinar Olavo de Carvalho, não sei ainda quanto o Centro de Mídia Independente (CMI) oferece de prêmio. Mas, pelo que tenho lido ultimamente, muitos fariam o trabalho de graça. Só aqui, em Usina de Letras, há umas duas dúzias de tipos com esse perfil.

Quem dos fundamentalistas esquerdistas de Usina se candidata à "justa causa" de eliminar Olavo?

Ah! Os bravos talibãs de Mídia Independente irão dizer que é tudo brincadeirinha, que hoje é "April Fool´s Day". Seria, mesmo, apenas o dia primeiro de abril? Será?


Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui