Usina de Letras
Usina de Letras
78 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60345 )

Cartas ( 21288)

Contos (13386)

Cordel (10358)

Cronicas (22276)

Discursos (3193)

Ensaios - (9712)

Erótico (13520)

Frases (48231)

Humor (19546)

Infantil (4823)

Infanto Juvenil (4173)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139333)

Redação (3115)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5807)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->SE TU ME AMAVAS TANTO... -- 10/09/2004 - 22:21 (adelay bonolo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


SE TU ME AMAVAS TANTO



Como dizes, se tu me amavas tanto

E se me projetavas em visões...

E se me procuravas sempre em vão...

Se tu me amavas, como dizes, tanto

A despeito de tantas decepções...

Dos pesados grilhões da solidão

Ah, dizes, se tivesses me encontrado,

Talvez talvez tivesses me tirado...



No fosso desta insólita amargura

Em que em solitário me encontrava

Ah se então me tivesses encontrado

Desta tristeza de tanta fartura

E da infelicidade filha-escrava

Meu coração já tão dilacerado

Pelo implacável remorsal abutre

Em cujo plasma vive e se nutre...



Se tu, como dizes, me amavas tanto

E se talvez tivesses me encontrado

Sem que nunca estivesse muito oculto

Em outro homem como por encanto

Ter-me-ia com certeza transformado

Com o beneplácito de teu indulto

Seria hoje sem medo da idade

Usuário da tal felicidade...



Ah se então me tivesses encontrado

Enquanto e quando tu me amavas tanto

Não sofreria como sofro agora

A lembrança do tempo já passado

E captaria em compungido pranto

O sentimento que de mim aflora

Ah se mudar pudesse o meu passado

E dizes se tivesses tu me achado!



Adelay Bonolo



10.9.04



Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui