Usina de Letras
Usina de Letras
23 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 62475 )
Cartas ( 21336)
Contos (13274)
Cordel (10453)
Crônicas (22547)
Discursos (3241)
Ensaios - (10470)
Erótico (13578)
Frases (50863)
Humor (20083)
Infantil (5499)
Infanto Juvenil (4821)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1377)
Poesias (140908)
Redação (3323)
Roteiro de Filme ou Novela (1064)
Teses / Monologos (2437)
Textos Jurídicos (1962)
Textos Religiosos/Sermões (6250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->OS ARTILHEIROS DO VASCO DA GAMA NO CAMPEONATO NACIONAL -- 16/01/2007 - 22:10 (HENRIQUE CESAR PINHEIRO) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
HOMENAGEM AOS ARTILHEIROS VASCAÍNOS NO CAMPEONATO NACIONAL.


Vasco da Gama fez artilheiros
e que no total somaram oito,
só dois fizeram menos dezoito,
nesse Campeonato Brasileiro.
Roberto Dinamite o primeiro,
Edmundo, deles foi o maior.
Não sei qual deles foi o melhor
se Bebeto, ou o Paulinho
ou Romário aquele baixinho
que ainda bota bola no filó.

Cento e noventa Roberto fez,
até hoje não foi superado.
Em São Januário é consagrado.
Jogou com Bebeto e Romário.
Com Moisés, aquele armário,
ele foi campeão brasileiro,
pela primeira vez artilheiro.
Ensinou Edmundo, Animal,
que a ele não ficou igual,
mas que é outro grande boleiro.

Romário, o baixinho marrento,
já foi artilheiro por três vezes,
faz quarenta e um este mês.
O Baixinho é mesmo nojento,
e também ainda muito briguento,
mesmo assim continua jogando,
e belos gols está ainda marcando.
À torcida vai dando alegrias,
não tem reza nem ave Maria,
e adversários vai assombando.

Agora falaremos do Animal,
este também nasceu lá no Vasco.
Do Flamengo sempre foi carrasco,
só se comportava pouco mal.
Agora voltou ao seu normal,
está jogando bem: um bolão.
Nunca jogou na segunda divisão.
Do Palmeiras ao Figueirense,
jogou até naquele Fluminense.
Mas, seu amor é pelo Vascão.

O Bebeto era flamenguista,
do Vasco foi jogar na Espanha,
o presidente quase apanha,
mas também ajudou na conquista
em cima de um time paulista
de um Campeonato Nacional.
Um feito muito sensacional,
jogo no campo do adversário,
pra isto não foi nem necessário
se jogar a partida final.

Outro jogador sensacional:
o bom ponta esquerda Paulinho,
que se entendia bem direitinho
com o Roberto: o imortal.
Os dois eram mesmo tal e qual:
a dupla Coutinho e Pelé.
Bola rolando de pé em pé
gols aos montes eles faziam
na hora que eles bem queriam.
Não se esqueça também do Dé.

Lá também teve um bom goleiro,
Mazaropi recorde bateu.
A FIFA até já reconheceu
que ele nunca foi um frangueiro
e que sempre foi muito ligeiro,
de mil e oitocentos minutos
precisou pra vencer seu reduto,
este foi o tempo necessário,
que ele exigiu dos adversários,
aquele bom goleiro matuto.


OBSERVAÇÕES: Mazaropi recebeu um prêmio da FIFA por ter batido o recorde mundial sem levar gols. Sua meta ficou invicta por 1816 minutos, de setembro de 1997 a maio de 1978. Roberto Dinamite foi o jogador que mais gols marçou até hoje no Campeonato Brasileiro, 190 no total. Edmundo foi o jogador do Vasco da Gama que mais gols marcou até hoje em um único Campeonato Nacional, 29 gols.

HENRIQUE CÉSAR PINHEIRO
JANEIRO DE 2007.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 197Exibido 1356 vezesFale com o autor