Usina de Letras
Usina de Letras
64 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60367 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9716)

Erótico (13520)

Frases (48255)

Humor (19555)

Infantil (4830)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139367)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Não cale minha poesia -- 26/11/2004 - 08:57 (ANGELA LARA) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Não cale minha poesia,

me tire tudo o que puder...

minha sanidade, minha paciência,

só não corte as asas do meu pensar...

Não cale minha poesia,

é ela que tantas vezes sacia

este coração doente,

que se finge de contente

só para não se entregar.

Não cale minha poesia,

pode levar minha senha,

meus anseios, meus sonhos,

só não acabe com as palavras

que a vida me empresta...

Não cale minha poesia,

ela é tudo o que tenho

e jamais quero perder.

Ela me escuta calada

e grita nas madrugadas

para que não me deixe morrer...


Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui